Anúncios
está a ler...
Investigação Criminal, Justiça, Segurança

A GNR e Tancos

Ao mesmo tempo que a revista Sábado publicou um artigo onde se esclarecem alguns dos meandros do furto ocorrido nos paióis do Exército em Tancos, também o major general Chaves, na sua coluna de opinião no jornal Sol, debruçou-se sobre a participação da Guarda Nacional Republicana (GNR) na investigação deste caso em colaboração com a Polícia Judiciária Militar (PJM).

Depois de efetuar um breve enquadramento sobre a atividade da investigação criminal da GNR, levanta basicamente duas questões:

  • A ação dos militares da área da investigação criminal da GNR e da Direção de Investigação Criminal, sem conhecimento do(s) magistrado(s) a quem competia a direção e a tomada de decisões sobre o caso;
  • A deslocação destes militares (de baixa de patente) do Algarve à Chamusca, mediante requisição da PJM, o que gera suspeitas e incompreensão.

A partir daqui suscita a pertinência da audição na Comissão Parlamentar de Inquérito do general comandante geral da GNR, do comandante operacional e do coronel diretor da Investigação Criminal, “para apurar, recomendar e/ou propor clarificações que se revelem necessárias”.

Mais uma acha para uma fogueira com uma especial voracidade e que já chamuscou várias personalidades.

Sousa dos Santos

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Anúncios

WOOK

Anúncios
%d bloggers like this: