Anúncios
está a ler...
Ciências Forenses

Marcação com ADN forense: proteção de bens e dissuasão de furtos

Para ajudar no combate ao crime, nomeadamente contra a propriedade e património, foram desenvolvidas técnicas de marcação forense de artigos e bens, com um composto de ADN sintético, por vezes incorporando microdots.DNA

Os microdots (micropontos) são textos ou imagens de tamanho reduzido, microscópico, impedindo, por isso, a deteção por destinatários indesejados. Normalmente circulares, não atingem um milímetro de diâmetro, mas podem ter outras formas e tamanhos bem como serem feitos em vários materiais, como poliéster ou metal.

Graças à esteganografia (técnica que permite ocultar mensagens, camuflando-as dentro de outros arquivos, sejam imagens, músicas ou textos, por exemplo), os micropontos podem ser ocultados de diversas formas, como por exemplo, sob um composto de ADN sintético. 

Este tipo de ADN consiste num código único, uma espécie de assinatura infalsificável e de combinação ilimitada, que é colocado num composto preparado para ser aplicado em qualquer tipo de bem ou artigo, seja património muito valioso ou de valor mais reduzido.

O ADN sintético utilizado nesta técnica é normalmente absolutamente inofensivo e sem impacto nos bens/artigos marcados. Todos os bens podem ser marcados de forma simples e rápida, ficando assinalados com um código de ADN único apenas visível com recurso a luz ultravioleta.

Este código forense pode ser analisado por um laboratório, que atesta quem é o proprietário, ou apenas lido por um microscópio portátil que que decifra o código inserido nos microdots; sendo único e irrepetível, apenas terá um proprietário associado.

Usualmente, a marcação de bens com esta técnica é feita em artigos domésticos de valor, em metais preciosos, automóveis e respetivas peças, motos, bicicletas, obras de arte ou peças científicas.

Contudo, é uma ferramenta muito útil, que pode operar contra a contrafação, com diversas utilizações e diferentes possibilidades de aplicação. 

O uso desta técnica de marcação como um dispositivo de segurança, para artigos e bens, pode muito bem ser só o início de uma experiência promissora e muito mais abrangente que pode ser alargada a um universo imenso no que à produção e fabrico diz respeito. Aguardemos!

Marco Almeida

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Anúncios

WOOK

Anúncios
%d bloggers like this: