está a ler...
Ciências Forenses

Tecnologias Laboratoriais em Ciências Forenses

O Instituto Universitário Egas Moniz promove um Mestrado em Tecnologias Laboratoriais em Ciências Forenses, o qual tem como objetivos:Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé e texto que diz "www.egasmoniz.com.pt Mestrado em Tecnologias Laboratoriais em Ciências Forenses 3a fase de 6 a 14 de outubro Coordenação: Prof. Doutor Alexandre Quintas"

  • Desenvolver e transferir novos modelos experimentais científicos da Biologia e da Química Forense para a prática na investigação forense e criminal.
  • Os objectivos de aprendizagem foram desenvolvidos de acordo com standards internacionais de formação universitária em ciências forenses e de acordo com o preconizado pelas ordens profissionais. O conhecimento científico teórico é complementado com actividades laboratoriais e de campo de acordo com a prática forense, fornecendo uma formação excelente para os futuros profissionais.
  • Laboratório forense: Explicar e demonstrar competência nos vários métodos utilizados para a localização, recolha e extracção de vestígios materiais mais comuns de origem física, química e biológica; Explicar a relevância dos procedimentos para evitar contaminações e dar exemplos relativos à localização, extração e análise de vestígios de contacto; Explicar as várias técnicas analíticas que se encontram disponíveis para o cientista forense, perceber os parâmetros envolvidos na escolha dos métodos, e ser capaz de fornecer uma estratégia analítica para um determinado cenário; Discutir possíveis técnicas de análise laboratorial para substancias encontradas frequentemente; Explicar os diferentes métodos de amostragem de uma forma estatística e perceber as suas limitações; Demonstrar competência na utilização de vários instrumentos analíticos modernos; Demonstrar competência na utilização de microscópios utilizados para localizar, identificar e comparar vestígios de contacto frequentemente encontrados; Conhecer o equipamento de laboratório principal utilizado em ciências forenses, os princípios de funcionamento, calibração, especificidade, sensibilidade, precisão e exatidão. Adicionalmente, perceber a utilidade, eficiência, consumo de tempo e custo das técnicas/equipamentos, quando aplicados num contexto forense; Explicar o conjunto de técnicas utilizado para a extração e análise de DNA; Demonstrar competência na interpretação correta dos resultados analíticos; Explicar os métodos estatísticos utilizados para interpretação das medidas analíticas; Descrever e demonstrar adesão a procedimentos seguros de trabalho.
  • Interpretação, avaliação e apresentação de prova: Perceber os requisitos da cadeia de custódia; demonstrar o uso correcto dos registos imediatos de campo e laboratorial; Compreender a necessidade de sistemas de qualidade; capacidade de avaliar dados analíticos provenientes dos instrumentos utilizados na análise de vestígios e utilização dos testes estatísticos adequados; Interpretar resultados de uma forma significativa e estruturada no contexto do caso forense; Expressar a interpretação de resultados numa forma compreensível.

Decorre neste momento a terceira fase das candidaturas, a qual termina no dia 16 de outubro.

De acordo com a informação divulgada, este Mestrado permite ao graduado desempenhar funções no sistema público, nomeadamente sistema de justiça, departamentos policiais, ensino entre outros institutos governamentais, bem como no sistema privado, ensino, laboratórios privados e escritórios de advogados.

Pedro Murta Castro

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

WOOK

%d bloggers like this: