Anúncios
está a ler...
Justiça, Segurança

PJ – Inauguração da nova sede_Concurso para especialistas superiores

A Polícia Judiciária (PJ) é hoje notícia por dois motivos, a inauguração da sua nova sede e a marcação da data e local da realização da prova escrita de conhecimentos para preenchimento de 10 postos de trabalho da carreira de especialista superior — Área de Laboratório de Polícia Científica, do seu mapa de pessoal.

A nova sede que inclui um heliporto, concentra os serviços da PJ, dispersos pela cidade de Lisboa, num sede pjúnico local, com exceção da Escola de Polícia Judiciária que continuará a funcionar em Loures. Por concluir ainda estão o Laboratório de Polícia Científica e as carreiras de tiro, os quais deverão ficar prontos até maio.

Sem margem para dúvidas, uma mais-valia para esta polícia, um corpo superior de polícia criminal organizado hierarquicamente na dependência do Ministro da Justiça que tem por missão coadjuvar as autoridades judiciárias na investigação, desenvolver e promover as ações de prevenção, deteção e investigação da sua competência ou que lhe sejam cometidas pelas autoridades judiciárias competentes, prosseguindo as atribuições definidas na presente lei, nos termos da Lei de Organização da Investigação Criminal e da Lei Quadro da Política Criminal, no âmbito das quais lhe cabe a criminalidade mais grave e complexa.

O Laboratório de Polícia Cientifica é uma das unidades de apoio da Polícia Judiciária, tendo as seguintes competências:

  • Pesquisar, recolher, tratar, registar vestígios e realizar perícias nos diversos domínios das ciências forenses, nomeadamente da balística, biologia, documentos, escrita manual, física, lofoscopia, química e toxicologia;
  • Implementar novos tipos de perícia e desenvolver as existentes;
    Divulgar a informação técnico-científica que se revele pertinente perante novos cenários de criminalidade;
  • Emitir pareceres e prestar assessoria técnico-científica no domínio das suas competências em ciências forenses;
  • Implementar um sistema de gestão para a qualidade e para as actividades administrativas e técnicas;
  • Assegurar a participação técnica e científica da PJ, em matéria de ciências forenses, nas diferentes instâncias nacionais, comunitárias e internacionais.LPC

Para levar a cabo as suas atribuições dispõe de três delegações nas unidades territoriais da Polícia Judiciária:

  • Uma delegação, com a natureza de área, na Directoria do Norte;
  • Uma delegação, com a natureza de núcleo, na Directoria do Centro;
  • Uma delegação, com a natureza de núcleo, na Directoria do Sul.

Através do Aviso n.º 14775/2010, de 27/07/2010, publicado no DR 2ª série, foi aberto procedimento concursal interno de ingresso para preenchimento de 10 postos de trabalho da carreira de especialista superior — Área de Laboratório de Polícia Científica, do mapa de pessoal da Polícia Judiciária.

Por sua vez, do Aviso n.º 10708/2013, de 30/08/2013, consta a lista de candidatos excluídos e o Aviso n.º 34121/2014, de 11/03/2014, determina que a prova escrita de conhecimentos terá lugar no dia 17 de maio de 2014, às 10h30 m, na Escola de Polícia Judiciária, Quinta do Bom Sucesso — Barro, Loures. É de referir que este último aviso altera alguns dos links onde se pode encontrar matéria que integrará a prova escrita de conhecimentos.

Cena do crimeAs competências do LPC inserem-se no âmbito da criminalística, ou, numa outra perspetiva, no domínio da polícia científica e da polícia técnica. A primeira virada para perícia dos vestígios recolhidos no local do crime recorrendo a especiais conhecimentos científicos, técnicos e artísticos (espelhados da lista de licenciaturas que constam do Aviso n.º 14775/2010), e a segunda encarregue do processamento do local do crime através da pesquisa, deteção, revelação, fixação, recolha, acondicionamento e transporte dos vestígios aí existentes e com interesse para a investigação do ilícito criminal.

Não deixa de ser estranho, tal como já foi referido por diversas personalidades, que do referido rol de licenciaturas não faça parte a de Ciências Forenses e Criminais, nem as de Criminologia, tal como poderia abrir as portas aos detentores de mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses.

Por fim, a continuação deste concurso, aberto desde 2010, no dia da inauguração da sede da PJ, vai ao encontro das constantes chamadas de atenção da ASFIC ao Ministério da Justiça para a falta de recursos humanos.

Pedro Murta Castro
Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Anúncios

WOOK

Anúncios
%d bloggers like this: