está a ler...
Defesa

Marinha – Concursos

I

A Marinha é um ramo das Forças Armadas, dotado de autonomia administrativa, que se integra na administração Wook.pt - Homens do Mardireta do Estado, através do Ministério da Defesa Nacional, tendo por missão principal participar, de forma integrada, na defesa militar da República, nos termos da Constituição e da lei, sendo fundamentalmente vocacionada para a geração, preparação e sustentação de forças e meios da componente operacional do sistema de forças.

Estão abertos, a parte de hoje, os seguintes concursos de admissão neste ramo das Forças Armadas:

Concurso interno limitado de admissão ao curso de formação complementar de oficiais, que habilita ao ingresso nos quadros permanentes da Marinha, na classe de técnicos superiores navais de 2020.

Concurso interno limitado de admissão ao curso de formação militar complementar de oficiais, que habilita ao ingresso nos quadros permanentes da Marinha, na classe do serviço técnico, ramo de especialistas 2020.

Concurso para ingresso nos quadros permanentes na categoria de praças.

Concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço em regime de contrato (RC) na categoria de oficiais na classe de técnico superior naval (TSN), técnico naval (TN) e técnicos de saúde (TS).

Concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço em regime de contrato (RC) na categoria de Praças

Concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço em regime de contrato na categoria de Praça na classe de Mergulhador

 

Contactos:

II

Relativamente aos dois primeiros concursos, não poderia deixar de referir o facto de a Guarda Nacional Republicana (força de segurança de natureza militar) dispor no Estatuto do Militar da Guarda normas que “garantem” a possibilidade de ingresso na categoria de oficiais aos sargentos que sejam detentores de mestrado em área científica de interesse para a Guarda, desde que complementado por curso de formação, as quais até este momento não foram regulamentadas permanecendo tudo no “limbo”, desbaratando, ao invés do que acontece na Marinha, na Força Aérea e noutras forças congéneres, as mais valias destes quadros,  as quais decorrem sobretudo da experiência e da formação que entretanto foram adquirindo.

Acresce que também ao contrário do que sucedeu nas Forças Armadas, ainda não dada a possibilidade de ingresso aos sargentos, com habilitação legalmente exigida para a inscrição na Ordem dos Enfermeiros, na categoria de oficiais.

Manuel Ferreira dos Santos

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

WOOK

%d bloggers like this: