Anúncios
está a ler...
Ciências Forenses, Justiça, Segurança

Violência conjugal

Segundo os dados do último Relatório de Segurança Interna, em 2015 foram denunciadas 22.469 casos de violência doméstica (o que não corresponde à realidade devido às cifras negras), números que atestam a gravidade desta questão, desembocando muitas destas situações na morte das vítimas.

Conforme referimos há algum tempo atrás, no âmbito do seu doutoramento em Ciências Sociais, na especialidade de Psicologia, a Doutora Luísa Mascoli levou a cabo uma investigação sobre o “Homicídio Intrafamiliar: Contributos para a Avaliação de Risco”, a qual permitiu descrever e analisar as características do homicida intrafamiliar português, pretendeu ainda, contribuir para o estudo da violência intrafamiliar de cariz criminal, proporcionar informações sobre as circunstâncias do crime, sobre os(as) ofensores(as), sobre as vítimas, e sobre os fatores de risco associados ao homicídio intrafamiliar.

Por sua vez, na  Coleção «Estudos de Género» da CIG, foi recentemente publicado o livro Homicídios conjugais: estudo avaliativo das decisões judiciais, da autoria de Cândido da Agra (coordenador); Jorge Quintas, Pedro Sousa e André Lamas Leite, onde se recupera o estudo realizado, entre setembro de 2014 e junho de 2015, no cumprimento da Medida 49 do V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género 2014-2017, o qual teve por objetivo o estudo de sentencing de decisões judiciais transitadas, proferidas entre 2007 e 2012, relativas ao crime de homicídio (simples e qualificado, consumado e tentado) em contexto de relações de intimidade.

Forensic Psychology of Spousal Violence, 1st Edition,Mauro Paulino,ISBN9780128035337A revista Visão desta semana, em dois artigos chama a atenção para a temática das violações de mulheres, ficando-se a saber que no Brasil ocorre uma a cada 11 minutos e no Brasil uma a cada 15, além disso debruça-se sobre esta questão em contexto de violência doméstica. Além disso, na véspera do Dia Internacional das Crianças Vítimas Inocentes de Agressão, a organização Save the Children informou que cerca de 20% das mulheres e entre 5% e 10% dos homens de todo o mundo foram vítimas de abusos sexuais na infância. Reveste-se, assim, de especial importância o Curso de Formação sobre Sexologia Forense: da Queixa à Sentença – 2.ª Edição que o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P. (INMLCF, I.P.) vai promover em Coimbra.

Por fim, devido à estreita ligação com esta dinâmica, não poderia deixar de referir lançamento do livro de Mauro Paulino, Forensic Psychology Of Spousal Violence, na Elsevier Academic Press. Refira-se que este autor é psicólogo clínico e forense do Gabinete Médico-legal e Forense da Península de Setúbal do INMLCF, I.P., tendo já publicado várias obras nesta área.

J.M.Ferreira

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Anúncios

WOOK

%d bloggers like this: