Anúncios
está a ler...
Justiça, Segurança

Serviços de informações – acesso a dados

I

Resultado de imagem para metadadosO acesso a metadados por parte dos serviços de informações tem sido alvo de acesa controvérsia. Esta questão ganhou um novo impulso a partir da publicação da Estratégia Nacional de Combate ao Terrorismo, onde é dado particular enfâse ao reforço dos meios de produção, tratamento e análise de informações, e dos mecanismos adequados à cooperação institucional entre o Sistema de Informações da República Portuguesa e o Sistema de Segurança Interna, de modo a garantir a partilha de informação.

Em 2015 iniciou-se um processo de revisão da legislação que visava a permissão de acesso a tais dados por estes serviços, tendo o Presidente requerirdo ao Tribunal Constitucional a fiscalização preventiva da constitucionalidade de uma norma do diploma. O Tribunal Constitucional através do Acórdão n.º 403/2015, de 27/08/2015, pronunciou-se pela inconstitucionalidade da norma constante do n.º 2 do artigo 78.º do Decreto n.º 426/XII da Assembleia da República, que aprovava o Regime Jurídico do Sistema de Informações da República Portuguesa, com base em desconformidade com a proibição de ingerência nas comunicações, consagrada no artigo 34.º, n.º 4 da Constituição.

II

Posteriormente o processo foi reiniciado, tendo sido aprovado o Decreto da Assembleia 147/XIII, o qual regula o procedimento especial de acesso a dados previamente armazenados pelos prestadores de serviços de comunicações eletrónicas que se mostrem estritamente necessários para a prossecução da atividade de produção de informações pelo Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP) relacionadas com a segurança interna, a defesa, a segurança do Estado e a prevenção da espionagem e do terrorismo, o qual é sujeito a acompanhamento do Ministério Público e controlo judicial. Desta forma, contorna-se a argumentação constante Acórdão n.º 403/2015, de 27/08/2015 do Tribunal Constitucional, segundo a qual no modelo proposto nessa altura não existiria um controlo equivalente ao do processo criminal, pondo-se em causa o artigo 34.º, n.º 4 da Constituição.

Para permitir este acompanhamento pelo Ministério Público e o controlo judicial procedeu-se à segunda alteração à Lei n.º 62/2013, de 26 de agosto (Lei da Organização do Sistema Judiciário).

III

Wook.pt - Resposta ao Jiadismo RadicalPor sua vez, o Presidente da República, atendendo ao consenso jurídico atingido, tendo em vista ultrapassar as dúvidas que haviam fundamentado anteriores pedidos de fiscalização preventiva da constitucionalidade, e tendo presente a relevância do regime em causa para a defesa do Estado de Direito Democrático, e em particular para a proteção dos direitos fundamentais, promulgou o diploma em causa(Decreto n.º 147/XIII).

Os serviços de informações são uma das peças fundamentais na prevenção e combate do fenómeno terrorista. Há algum tempo atrás, Júlio Pereira apontava para a perda de operacionalidade decorrente de uma tendência constante de perda de quadros qualificados, que resulta não apenas do envelhecimento da pirâmide etária, mas, crescentemente, da falta de atratividade e de capacidade de retenção de talento. Referiu ainda a falta de meios legais (v.g. acesso a metadados, escutas), de evolução e investimento em termos de recursos logísticos e tecnológicos. No que se refere aos meios legais, com a promulgação deste diploma assistimos à remoção de um obstáculo que permitirá um melhor desempenho destes serviços.

Por fim, não poderíamos deixar de dar nota da recente publicação do Relatório da Europol sobre a situação e tendência do terrorismo na União Europeia em 2016.

Manuel Ferreira dos Santos

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Anúncios

WOOK

%d bloggers like this: