está a ler...
Defesa, Relações Internacionais, Segurança

Segurança Interna e Geopolítica

I

Inserido no I Curso Internacional de Estudos de Segurança Interna, realiza-se no Instituto Universitário Militar, no dia 19 de novembro de 2019, um seminário sobre Operações de Segurança Interna sob a égide de Organizações Internacionais: Perspetivas e avaliação do emprego de forças armadas e policiais.

No evento serão abordados diversos temas, nomeadamente a conceptualização de Operações de Segurança Interna, o emprego de forças armadas e de forças de segurança em Operações de Apoio à Paz, a cooperação no domínio da Defesa e da segurança, a segurança da fronteira externa da União Europeia.

II

Este instituto vai debater, no próximo dia 27 de novembro 2019, “A Geopolítica do Alargamento da NATO: Imperativos e Desafios”. O evento, que seguirá o formato de Mesa-Redonda, contará com a participação de um conjunto de entidades militares e civis, com reconhecida experiência e conhecimentos no tema.  Para além da intervenção das entidades convidadas, será ainda contemplado um período de debate com a audiência.

III

Com alguma ligação a estes temas, porque permite compreender melhor a realidadeWook.pt - O Caminho para o Fim da Liberdade atual (tal como já afirmámos a propósito de uma outra obra), foi lançado um livro de autoria de Timothy Snyder, intitulado “O Caminho para o Fim da Liberdade Rússia – Europa – América”.

Na respetiva apresentação refere-se que “com o fim da guerra fria, a vitória da democracia liberal foi dada como garantida, mas atualmente sabemos que esta perspetiva foi prematura. O autoritarismo voltou a ser instituído na Rússia quando Putin desenvolveu um sistema político em torno da consolidação e do exercício do poder. Nos últimos seis anos, esse poder difundiu-se de leste para oeste, à medida que o nacionalismo começou a inflamar a Europa, encorajado pela propaganda e pela guerra cibernética russa. Enquanto países como a Polónia e a Hungria geraram reviravoltas árduas em direção ao autoritarismo, os problemas eleitorais de 2016 revelaram que os cidadãos dos EUA e do Reino Unido se revoltaram contra as políticas e os valores de longa data dos seus países”.

Ao longo das páginas, autor “restabelece a nossa compreensão do mundo e do modo como vivemos, oferecendo-nos um caminho para a inservidão, a percorrer num momento de terríveis incertezas”.

J.M.Ferreira

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

WOOK

%d bloggers like this: