Anúncios
está a ler...
Ciências Forenses, Justiça, Segurança

Violência doméstica – armas e stalking

I

Os órgãos de comunicação social transmitem com bastante frequência, infelizmente, notícias sobre a perpetração de crimes de violência doméstica e da sua associação a armas da mais diversa etiologia.VD

Trata-se de um crime que não distingue sexo, idade ou estrato social. Embora incida na maior parte dos casos sobre o cônjuge feminino, namoradas, crianças e idosos.

A propósito da utilização de armas, num Acórdão do Tribunal da Relação de Coimbra, decidiu-se que:

  • A titularidade de licença de uso e porte de arma não tem a virtualidade de, pela simples razão de existir, afastar a declaração de perdimento a favor do Estado do objecto atinente.
  • Para o efeito referido, relevante é a perigosidade, reportada ao objecto em causa e às concretas circunstâncias do caso.
  • Revelando-se a prática de um crime de violência doméstica, por referência, inter alia, aos seguintes factos: (i) o arguido consome bebidas alcoólicas e, quando o faz, fica mais agressivo e violento; (ii) pese embora tal situação tenha piorado nos últimos anos, desde o início do casamento que o arguido começou a ter um comportamento agressivo para com a ofendida, molestando-a fisicamente, discutindo frequentemente com a mesma, controlando o que ela fazia, ameaçando-a e injuriando-a; (iii) nesta sequência, e por um número indeterminado de vezes, em circunstâncias de tempo e lugar não concretamente apuradas, o arguido molestou fisicamente a ofendida, desferindo-lhe murros e pontapés, puxando-lhe os cabelos e constrangendo-lhe a zona do pescoço com as mãos, ameaçou-a de morte, dizendo-lhe que tinha duas armas e que lhe dava um tiro (…).”, existe sério risco de o arguido utilizar as armas apreendidas para o cometimento de novos factos ilícitos típicos de idêntica natureza e, consequentemente, é adequada a declaração de perda desses objectos.

II

Nalguns casos as situações de violência resultam da não-aceitação do fim de um relacionamento, o que muitas vezesstalking desemboca em situações trágicas como aquela que ainda recentemente ocorreu no Pinhão. Por vezes, a agressão é precedida de uma prolongada perseguição, efetuada de forma insistente e obsessiva que se consubstancia na prática do denominado stalking. Neste âmbito, num recente Acórdão do Tribunal da Relação do Porto refere-se que:

  • O crime de Violência doméstica é um crime de perigo abstrato, que traduz uma tutela antecipada do bem jurídico protegido. Não é, pois, necessário, para que se verifique o crime em questão, que se tenham produzido efetivos danos na saúde psíquica ou emocional da vítima; basta que se pratiquem atos em abstrato sucetíveis de provocar tais danos.
  • Pode enquadrar-se no crime de Violência doméstica a conduta que se reveste das notas caraterísticas do chamado stalking, isto é, uma perseguição prolongada no tempo, insistente e obsessiva, causadora de angústia e temor, com frequência motivada pela recusa em aceitar o fim de um relacionamento.

 III

Por fim, quero dar nota que segundo o último Relatório de Segurança Interna, em 2014, o crime de violência doméstica manifestou uma tendência de subida, ao que não será alheio o contexto social em que nos encontramos mergulhados.

Contudo, quero alertar que tal como na restante criminalidade, a situação deverá ser muito mais grave, porque à semelhança do que já referi noutras ocasiões, os dados resultam de estatísticas criminais, ficando de fora as cifras negras e cinzentas, o que só será possível ultrapassar com recurso a outros instrumentos (e.g. inquéritos de vitimação) cuja implementação tarda, talvez porque assim dê mais jeito.

J.M.Ferreira

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Anúncios

WOOK

%d bloggers like this: