Anúncios
está a ler...
Ciências Forenses, Investigação Criminal, Justiça, Segurança

Base de dados de ADN – alterações

I

Conforme já tínhamos referido anteriormente, foi aprovado na Assembleia da República o Decreto da Assembleia 151/XIII, o qual procede à segunda alteração à Lei n.º 5/2008, de 12 de fevereiro, que aprova a criação de uma base de dados de perfis de ADN para fins de identificação civil e criminal, e à primeira alteração à Lei n.º 40/2013, de 25 de junho, que aprova a lei de organização e funcionamento do conselho de fiscalização da base de dados de perfis de ADN.

II

Depois de concluído o processo legislativo, foi agora publicada a Lei n.º 90/2017, de 22/08/2017. As alterações à Lei n.º 5/2008 incidem sobre os seguintes artigos:

  • Artigo 1.º – Objeto;
  • Artigo 2.º – Definições;
  • Artigo 4.º – Finalidades;
  • Artigo 5.º – Entidades competentes para a análise laboratorial;
  • Artigo 6.º – Recolha de amostras em voluntários;
  • Artigo 7.º – Recolha de amostras com finalidades de identificação civil;
  • Artigo 8.º – Recolha de amostras com finalidades de investigação criminal;
  • Artigo 9.º – Direito de informação;
  • Artigo 15.º – Conteúdo;
  • Artigo 17.º – Competências do INMLCF, I. P. ;
  • Artigo 18.º – Inserção dos dados;
  • Artigo 19.º – Interconexão de dados no âmbito da base de dados de perfis de ADN;
  • Artigo 20.º – Comunicação dos dados;
  • Artigo 21.º – Interconexão e comunicação de dados no âmbito da cooperação internacional;
  • Artigo 26.º – Conservação de perfis de ADN e dados pessoais;
  • Artigo 31.º – Custódia das amostras;
  • Artigo 34.º – Destruição das amostras.

Sendo ainda aditado o artigo 19.º – A – Interconexão do perfil de arguido em processo criminal pendente.

III

Por seu turno, as alterações à Lei n.º 40/2013, de 25 de junho, recaíram sobre os seguintes artigos:

  • Artigoº – Natureza, atribuições e competências;
  • Artigoº – Dever de colaboração;
  • Artigoº – Publicidade das deliberações;
  • Artigoº – Contraordenações.

IV

Uma das razões apontadas para a subutilização desta base de dados deriva de constrangimentos existentes na própria lei. Esperamos que com estas alterações, esses obstáculos sejam ultrapassados e esta base de dados fique menos restritiva e mais eficaz.

Pedro Murta Castro

Anúncios

Discussão

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Anúncios

WOOK

%d bloggers like this: